Busca
    

Bradesco retoma liderança na custódia

Edição 293 Com incorporação dos ativos do HSBC, banco da Cidade de Deus fica ligeiramente à frente do Itaú Ranking Geral (em pdf) O mercado brasileiro de custódia de ativos de terceiros passou por mudanças importantes nos últimos doze meses encerrados em março de 2017, com o Bradesco retomando

Desafios à vista

Edição 293 Bancos trabalham na melhoria de suas próprias estruturas para otimizar eficiência dos serviços prestados e com isso conquistar novos mandatos Mercado Doméstico (em pdf) Fundos de Pensão (em pdf) O mercado interno de custódia não registrou alterações entre as primeiras colocações, com Bradesco e Itaú mantendo com

A volta dos estrangeiros

Edição 293 Mudanças políticas e econômicas atraíram fluxo de recursos de investidores internacionais ao país nos últimos meses Mercado externo (em pdf) O Citi manteve com folga a primeira colocação no ranking da Anbima do mercado externo de custódia, com crescimento de 18,53% nos doze meses encerrados em março

O risco aumentou

Edição 293 Administradores de fundos notam aumento do risco na prestação do serviço com avanço da regulação, com recuo de alguns players e entrada de outros Administração Fiduciária (em pdf) A Instrução 558 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), de março de 2015, aumentou as obrigações e exigências que

Itaú lidera custódia

Edição 282 Em disputa acirrada com Bradesco, o Itaú retoma liderança geral da custódia e aposta na oferta de serviços financeiros globais para manter crescimento Na disputa pela liderança geral do mercado de custódia, os dois principais concorrentes do mercado financeiro nacional têm se alternado na primeira posição. No

Disputa entre os grandes

Edição 282 Bradesco ultrapassa R$ 1 trilhão e lidera no mercado doméstico, seguido de perto pelo Itaú; Santander fortalece atuação no segmento O mercado de custódia doméstica continua dominado pelas maiores instituições financeiras privadas do país. O destaque ficou para o Bradesco que superou a marca de R$ 1 trilhão

Impacto do rebaixamento

Edição 282 Perda do grau de investimento soberano do Brasil e oscilações do mercado de ADRs afetaram volumes de ativos de estrangeiros sob custódia O rebaixamento do rating do Brasil, primeiro pela S&P, em setembro de 2015, seguida pela Fitch e pela Moody’s, gerou um fluxo de saída dos

Marcas do conservadorismo

Edição 282 BB DTVM mantém liderança no mercado de administração de recursos com captação mais concentrada em renda fixa e previdência aberta Com captação mais concentrada em fundos de renda fixa e planos de previdência aberta, a BB DTVM manteve a liderança no mercado de administração de recursos com

Novidades na distribuição

Edição 280 Administradores e custodiantes oferecem suporte para assets independentes que pretendem distribuir seus próprios produtos Grandes instituições financeiras que atuam no segmento de administração e custódia, como BNY Mellon e Citi, preparam suas estruturas para receber uma nova demanda que deve começar a surgir no mercado nos próximos

Mercado mais concorrido

Edição 267 A constante troca da liderança e a chegada de players de peso devem manter aquecido o mercado de custódia e serviços para terceiros em 2015 O ano de 2014 foi um período de mudanças relevantes para os principais players que atuam no mercado de custódia no país,

VídeosOnline

Mais lidas de Investidor Institucional em 3 meses

Mais lidas de InvestidorOline em 1 mês